sexta-feira, 5 de outubro de 2012

Cometi uma fanart, mas...

... eu posso explicar. Desenho desde a infância. Na adolescência, aprendi a dizer que não e fazer escondido, pois desenhar dava dor de cabeça e eu não suportava os pedidos na sala de aula ("ei, gordinho, cê desenha, né? Faz aqui o meu trabalho!") ou os pedidos de caricaturas no trabalho. Então eu simplesmente parei, lá pelos 22. Não tinha pretensão de me profissionalizar e pensei ter dado o assunto por encerrado. E quando você não exercita o traço, ele enferruja mesmo.

Então, para minha surpresa, passei a ganhar a vida desenhando. Não, não foi planejado. Ganho o pão assim há 4 anos. Acontece que eu trabalho desenhando estampas corridas e personagens. Personagens com uma forma restrita, fórmula inflexível. E esses 4 anos fazendo isso terminaram por enterrar o que eu tinha de liberdade e estilo próprio, embora tenha me proporcionado ótimos momentos e reacendido a vontade de me expressar dessa forma.

Então a desculpa é essa. Estou tirando as teias de aranha da caneta e tentando recuperar o que eu tinha ou talvez nunca tive. Um dos primeiros resultados disso é a fanart abaixo. Peguei para cobaias os protagonistas do conto Uma Vida Possível Atrás das Barricadas, do Jacques Barcia, um dos contos de FC & Fantasia nacionais de que mais gosto. O fundo eu só desenhei mesmo para sustentar os personagens e acabou saindo praticamente num estilo diferente. Continuo tentando redefinir meu traço pessoal, e, pra isso, talvez eu me utilize de outras vítimas.

Clica que amplia.


Nenhum comentário: